quarta-feira, abril 17, 2024
HomeAlimentação escolarPrefeitura investe no ensino público para melhora do desempenho escolar

Prefeitura investe no ensino público para melhora do desempenho escolar

Com utilização de material didático específico, Plano de Intervenção Pedagógica (PIP) favorece o aprendizado dos alunos na rede pública municipal de ensino em Canaã dos Carajás

Desde o início do segundo semestre letivo a lavradora Cláudia Carrilho e os filhos, Bruna e Edvaldo, passaram à uma nova rotina escolar. A família mora na zona rural de Canaã dos Carajás, na VS-02, distante cerca de 5 km da Escola Municipal Adelaide Molinari, que fica na Vila Planalto. Para a mãe, a mudança na carga horária, que veio com a implantação do Plano de Intervenção Pedagógica (PIP), está cumprindo com o objetivo de melhorar o desempenho dos alunos da rede pública.

“Eu estou achando muito importante para o aprendizado dos nossos alunos porque tivemos aí quase três anos de pandemia e esses alunos ficaram com uma defasagem, querendo ou não, no aprendizado. Nosso governo de Canaã está de parabéns porque essa iniciativa, com certeza, vai fazer a diferença no amanhã deles”, avalia.

Em 2023 a Prefeitura de Canaã dos Carajás, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) implantou o Programa de Recomposição de Aprendizagens para atenuar os impactos causados pelo período da pandemia de COVID-19. Uma das estratégias é o PIP, que entrou em vigor em agosto deste ano e equivale à segunda fase do programa.

Mais de 12 mil alunos receberam o livro didático. Foto: Diego Barbosa

Segundo a coordenadora técnica do PIP, Élida Mota Simonetto, no primeiro semestre de 2023 a Semed fez um levantamento detalhado que identificou o nível de aprendizado dos alunos e, assim, as seguintes classificações: Insuficiente, Básico e Proficiente, que resultaram na formulação do material didático, elaborado para atender as habilidades conforme o grau de necessidade. Ao todo, 12.502 alunos receberam o livro do PIP na volta às aulas em agosto, contudo, de acordo com Élida, a entrega prossegue porque as escolas continuam recebendo novos alunos.

“Essa sondagem diagnóstica ela veio para nivelar o conhecimento que cada aluno apresenta por causa do déficit de aprendizagem do período pandêmico. Nós sabemos que a nossa cidade tem um processo migratório, mas as escolas estão preparadas para receber e nivelar esses alunos conforme o grupo adequado”, explica a coordenadora.

Alunos da Escola Municipal Sebastião Agripino durante atividade do PIP. Foto: Diego Barbosa

Ao todo, 368 professores da rede municipal fazem parte do PIP, sendo que para as séries iniciais é exigida também a graduação em Pedagogia. Além das habilidades didáticas e técnicas da equipe, a implantação do PIP também promoveu a reestruturação do transporte e da merenda escolar, tendo em vista que houve uma adição de mais 50 minutos de aula, com o intuito de aprofundar o ensino das disciplinas de Português e Matemática. Por isso, no período da manhã os alunos passaram a entrar às 7h e sair às 12h15min. Já no período da tarde a entrada passou a ser a partir de 13h30min e a saída às 18h45min.

Foto: Diego Barbosa

Garantindo a presença dos alunos com segurança, a Semed atende com o transporte escolar tanto a zona urbana quanto a zona rural de Canaã dos Carajás. E para assegurar o sucesso do PIP houve um acréscimo de mais 20 ônibus nas rotas.

Merenda escolar

O horário de saída de casa não foi a única mudança na rotina dos alunos da rede pública de Canaã dos Carajás. Agora, a chegada à escola tem um gostinho diferente graças ao acréscimo de mais duas refeições no cronograma, que antes eram quatro e agora totalizam seis. De acordo com Andréa Pinto da Silva, coordenadora técnica do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) no município, são ofertados três lanches pela manhã e três à tarde priorizando o bem-estar dos estudantes.

“O nosso cardápio é variado em calorias, nutrientes, [com] várias frutas incluindo as regionais, verduras da agricultura familiar. A gente sabe que ninguém consegue aprender com fome e muitos não têm toda essa diversidade de alimentos em casa. Nós somos a garantia de que esse alimento está chegando para o aluno”, afirma Andréa, ressaltando que agora os alunos também recebem um lanche na saída da escola.

Avaliação de resultados

O Programa de Recomposição de Aprendizagens foi elaborado para execução em longo prazo, por isso a implantação das estratégias ocorre por etapas e a fase de implantação ocorreu em maio deste ano, com a entrega do livro do Projeto Praticando Ideb, direcionado às turmas de 2º, 5º e 9º anos com o objetivo de preparar os alunos para fazerem a prova do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb), que será em outubro.

O Plano de Intervenção Pedagógica é desenvolvido em paralelo às atividades avaliativas regulares. Por isso, os alunos também terão avaliações do PIP a cada bimestre e os resultados serão apresentados no Conselho de Classe para que, após a análise do desempenho, seja feito o reagrupamento e, ao final, a consolidação das aprendizagens.

“Eu tenho certeza que os resultados serão muito positivos porque toda a comunidade escolar, toda a SEMED, todos os professores, todas as famílias estão abraçando o PIP para que os alunos, que são o nosso alvo, sejam recuperados desse processo pandêmico.”, assegura a coordenadora do PIP, Élida Mota Simonetto.

Texto: Fabiane Barbosa

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Most Popular